A expressão  refere-se a diversos tipos de dança executados por um par de dançarinos. As danças de salão são consideradas uma forma de entretenimento e de integração social, bem como uma forma de desporto.

          Para aproveitar todos os benefícios dessa atividade e arriscar os primeiros passos, o ideal é frequentar um curso de dança de salão. Mesmo que no começo pareça difícil sincronizar os passos com os do parceiro, com mais ou menos três meses de aula até os mais desajeitados já "fazem bonito".

         A dança de salão está na moda e pode ser uma boa alternativa para queimar muitas calorias. Além disso, é possível conhecer um monte de gente e divertir-se para valer. Experimente, não há contra-indicação.

          Se praticada com regularidade, a dança de salão é um ótimo exercício físico. A dança de salão consegue reunir características que nenhum outro exercício consegue com tanta eficácia e promove, até certo ponto, uma melhoria global no indivíduo – trabalha psicologicamente, fisicamente e socialmente.

 

Veja os benefícios que a dança de salão pode lhe proporcionar:

 

– Reduz o estresse. Quando você dança, você se esquece de todos os problemas e relaxa. Todo mundo fica no maior alto astral;


– Aumenta a energia. Quando você pratica a dança de salão você fica no maior pique e animação para um monte de outras coisas;


– Melhora o tônus muscular. Embora a dança de salão não trabalhe tão intensamente como a musculação, ela pode realmente fortalecer os músculos, especialmente a parte traseira das coxas e os glúteos;


– Contribui para o controle de peso. Se você está com alguns quilinhos acima do peso, porque não perdê-los de forma divertida?


– Excelente exercício cardiovascular; fortalece os ossos de suas pernas e quadris;


– Aumenta o equilíbrio e a coordenação motora. A dança é movimento. Desenvolve a consciência de como o corpo se move e como funciona o seu controle corporal. A dança desafia a percepção espacial e do outro, que está envolvido na dança;
– Desenvolve o sistema circulatóriomelhora a capacidade mental. Pesquisadores apontaram que a dança de salão pode ser excelente para evitar e reabilitar pessoas com Alzheimer;


– Aumenta a confiança pessoal, contribui para a boa postura e alinhamento corporal, desenvolve o controle pessoal.


– Contribui para a interação social. O indivíduo na dança precisa aprender a interagir com outras pessoas e isso não fica apenas restrito ao espaço da dança. O sujeito depois de algum tempo passa a se relacionar melhor com todos. Uma ótima alternativa para vencer a timidez.
– Diverte. Mesmo se a pessoa estiver cansada, a dança é uma atividade divertida. A pessoa pode estar com baixo astral ou triste e quando dança “os males espanta”.